segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Parte II



Quando tinha 4 anos de idade, Ana foi abusada sexualmente. Mesmo com tão pouca idade ela nunca conseguiu esquecer aquele momento. O ato não foi consumado, mas ficou nela o medo. Esse medo que virou pânico. Ela permitiu que isso a dominasse, a ponto de tentar várias vezes o suicídio. O pior de tudo é saber que o autor foi seu próprio tio. Sim, o irmão de sua mãe foi capaz de um ato tão cruel com uma criança.
Ana conseguiu se formar em administração com muito esforço, pois as idas as aulas, para ela, era um martírio. Hoje, ela não consegue arrumar um emprego, sem amigos, sem conseguir voltar a estudar, sem conseguir viver sem outra pessoa, senão sua psicóloga e sem um motivo para sorrir. Vê pessoas seguindo sua vida e sente inveja. Gostaria de ser alguém normal. Gostaria de se sentir valorizada, útil e bonita, porém tem vergonha até de seus pensamentos e por isso se recolhe em seu quarto.
O que resta para ela é esperar que Deus a leve embora desse inferno que virou sua vida. Do inferno que ela vive desde que se conhece por gente.


Finalizo este post deixando claro que os nomes são fictícios mas que a história é verdadeira. Mostro pra vocês como prova viva (já que eu convivo com alguém com um trauma como esse) de que pessoas assim vivem atormentados por lembranças que a matam um pouquinho a cada dia.


/Thamires Figueiredo.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Parte I


Baseado em fatos reais.

Ana era uma criança diferente. Não que ela tivesse nascido com uma doença ou algo parecido. Não que te faltasse algo, já que seu pai é um grande advogado e sua mãe professora, levava uma vida muito confortável. Sempre estudou em colégios bons e seus brinquedos sempre foram os melhores. Ana era uma criança fechada, frágil, tímida e retraída. Nunca fez amizades e nunca teve namorados. Aos 18 anos ela foi pedida em namoro por um rapaz do colégio, mas seu pai o mandou ir embora de sua casa e pediu que nunca mais aparecesse por lá. Assim aconteceu. E nunca mais ela foi paquerada por ninguém.
Ana tinha mais dois irmãos, Júnior que tem deficiência mental e Amanda que ao contrário de Ana era muito forte, decidida e dura. Era uma família bem complicada, começando pela mãe que sem o pai saber, nunca quis ter filhos. É, ela teve 3 filhos e nenhum foi de sua vontade. Amanda é a do meio, concursada e muito autoritária. Júnior, é o mais novo e nasceu com problemas mentais, a mãe por sua vez, culpa o pai por isso.
Ana é a mais velha e a mais problemática. Teve uma infância difícil e sua adolescência foi marcada pela depressão. Hoje ela tem 36 anos e seu maior sonho é encontrar um namorado. Seu sonho é casar, ter filhos e viver feliz para sempre, como nos contos de fadas. Porém, ao contrário do sonho, ela não é uma princesa. Sua aparência não é das melhores. Usa aparelhos, óculos fundo de garrafa, cabelos crespos e roupas de gente velha. Não usa maquiagem e nem arruma os cabelos. Não sai e nem faz amizades. Não tem nada que a faça se sentir feliz ou realizada. Carrega em sua memória e em seu coração o trauma que a fez perder uma vida inteira de coisas boas. 


Continua...


/Thamires Figueiredo.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Tudo é provisório.


"Faço menos planos e cultivo menos recordações. Não guardo muitos papéis, nem adianto muito o serviço. Movimento-me num espaço cujo tamanho me serve, alcanço seus limites com as mãos, é nele que me instalo e vivo com a integridade possível. Canso menos, me divirto mais, e não perco a fé por constatar o óbvio: tudo é provisório, inclusive nós."


/Martha Medeiros.

domingo, 17 de novembro de 2013

A vida é minha.

Definitivamente não fui feita para viver sob pressão. Estava pensando: por que as pessoas não deixam que tomemos nossas próprias decisões em paz? Cada um sabe de si e do que querem para a vida. Eu não sou obrigada a ser um espelho do que a sociedade se tornou. Eu não preciso de alguém me dizendo o que eu tenho que fazer. Tenho vontade própria, se não sabem.
Se você estuda a vida inteira não é pra ser uma pessoa de valores, princípios. Não é pra ser uma pessoa melhor e sim pra passar em um vestibular. Se você namora, já querem que você case. Se você casa, a pressão é sobre os filhos que você ainda nem decidiu ter. Tudo seria bem mais simples se cada um se preocupasse com sua vida, com seus objetivos e não com o que as outras pessoas querem ou deixam de querer. A vida não é complicada, as pessoas que são.
 
 
/Thamires Figueiredo.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

E eu espero por você!

"- O que você acha fundamental em um relacionamento?

- Saber esperar. Esperar pelo outro, esperar a raiva passar, esperar para a janta, esperar ele terminar de falar, esperar ele perceber que você não está legal, esperar por ele na cama, no sofá, ou na sorveteria. Sair de casa e esperar para se esbarrarem na rua, esperar a amizade, o carinho e a sinceridade. Esperar pelos seus defeitos sem julgar, esperar pela saudade antecipada, esperar pelo silêncio e pela dúvida. Esperar com a certeza que este relacionamento espera a felicidade."


/Luara Quaresma.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Levou a leveza.

Um misto de decepção com tristeza. Decepção porque as expectativas não foram poucas e tristeza porque até agora doe o fato da frustração ter sido tão grande. Exatamente dois meses se passaram e parece que ainda não caiu a ficha. Talvez se tivesse sido tão insignificante não estaria machucando até agora. É como se (mais uma vez) me fizessem acreditar que meus sonhos nunca irão se concretizar. Sonhar e querer realizar tá mais pra um pecado. As pessoas não entendem e não colaboram pra ao menos tentar entender. Somos dotamos de uma resistência incrível quando diz respeito a tentar viver bem. Acredito que pra ser feliz não precisa muito, um punhado de boa vontade e de querer ser feliz já está de bom tamanho. Não vou dizer que estou jogando nas costas de alguém a felicidade que me cabe. Não! É que as pessoas que amamos tendem a carregar um pouco desse fardo, e quando esta ordem é quebrada o coração não aceita. E chora.

O choro nem existe mais, acredito eu que chorar com os olhos ficou pra trás (não por orgulho). Passou o tempo que, por você, eu só chorava. Hoje eu prefiro sorrir, não pra mostrar a todos que estou bem, isso não importa muito. Mas sim pra ter a certeza que eu, assim como você, seguimos. Esperei o tempo todo uma atitude que me fizesse acreditar que eu estava errada em ter tomado essa decisão, esperei ser surpreendida com gestos, porque suas palavras não fazem mais efeito sobre mim. Não me comove mais. Não lamento o fim, lamento o que poderia ter sido e não foi. Por um único motivo: você não quis. Lamento principalmente ter acreditado que você era diferente de tudo que eu poderia imaginar. E não foi.



/Thamires Figueiredo.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Pode esperar, o tempo nos dirá.



"Quem se soltar, da vida vai gostar
E a vida vai gostar de volta em dobro

E se tropeçar
Do chão não vai passar
Quem sete vezes cai levanta oito

Julga saber
E esquece de aprender
Coitado de quem se interessa pouco

E quando chorar
Tristeza pra lavar
Num ombro cai metade do sufoco."


/Tiago Iorc - Um dia após o outro.

domingo, 15 de setembro de 2013

"Abstinência de palavras. Overdose de pensamentos."

 
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Dos valores;




/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Te oferecer silêncios é quase abrir o jogo.

"Eu já não preciso de uma palavra limpa dentro de um eco endurecido. Eu já não quero ser início no meio da tua pausa. E me desafogo da expectativa, digerindo algumas últimas borboletas. Meu tempo se apressa, enquanto a gente cultiva desvios e se alimenta dessas ausências que se continuam."


/Déborah Arruda.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Frustração.

Descobri que não é pelas pessoas que dão conselhos que a sociedade dá valor. A gente se importa o tempo todo, se preocupa, tenta ajeitar a bagunça alheia e o nem um 'obrigado' a criatura é capaz de te dá. Parei pra analisar e percebi que as pessoas se interessam apenas pelo lado fácil da coisa, pelo superficial, por um(a) companheiro(a) que simplesmente prefira não se manifestar em nada relacionado a sua vida. Preciso parar com essa mania de entrar na vida das pessoas e querer consertar todos os erros. Bem que me diziam que para que algo mude, a pessoa tem que querer verdadeiramente, não da boca pra fora, não pra satisfazer os outros. Essa história de que ninguém muda por ninguém é velha, né?! É que lá no fundo a gente sempre acha que pode ter um pouquinho mais de esperança. É tanto que me dispus a transparecer no último olhar a milésima tentativa, que pra minha frustração nem foi notada. 
 
Aprendi que em diversos casos, não me cabe fazer o bem, apenas não faço o mal. Nem todo mundo entende e reconhece gestos nobres.
 
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Incontáveis...




/Thamires Figueiredo.

sábado, 27 de julho de 2013

O outro lado da moeda.

"Quem acha que amor não tem fim não sabe o que é solidão a dois. Não sofreu com indiferença, mentiras, traição.
Quem acha que só é amor quando dura pra sempre, nunca precisou pedir atenção, nem se sentiu só mesmo quando acompanhado.
O amor n
ão resiste quando outros sentimentos feios predominam.
Ele precisa ser regado com respeito, olho no olho, e momentos bonitos.
Não há querer que resista quando há falta de vontade de estar perto. Ciúme demais mata o desejo, carinho de menos alimenta a carência.
Falta de paz e companheirismo desgastam o relacionamento e são o começo do fim.
O amor é o 'sentimento maior', mas não sobrevive sozinho.
Ele precisa de reciprocidade, boa vontade e uma dose diária de encanto pra continuar existindo."


 

/Karla Tabalipa.

 




quinta-feira, 25 de julho de 2013

Unidas pelo amor!



Aracaju, 25 de julho de 2013.


Uma data extremamente linda, especial e com contagem regressiva pro meu aniversário também (faltando apenas um mês, rs). Foi essa a data que Deus escolheu pra trazer uma querida ao mundo, uma amiga que posso chamar de 'minha', sem medo nenhum. Foi nessa data que o mundo recebeu uma alma generosa, iluminada e abençoada. Deus te colocou no mundo na certeza que através de Sua palavra, você iria ser cada dia melhor. E é há exatamente 23 anos atrás, que o mundo te recebeu.

Mas, tudo aconteceu em 2006, quando você mesmo sendo aquela chata resolveu me olhar e acreditar que aqui tinha uma pessoa disposta a fazer parte da sua vida. Que todas as nossas diferenças só existiam pra nos unir cada dia mais e nos fazer fortes. Você entrou na minha vida e não mais saiu, nem mesmo quando tudo parecia estar estranho, vazio, fora do normal.

Me permita te falar tudo que talvez até hoje eu nunca tenha dito: Você preencheu um espaço que nem eu tinha noção que você tinha em minha vida, falo isso pelo tempo afastada que ficamos, pela mágoa que você teve de mim mesmo eu não tendo culpa de nada, a vontade minha e sua, de estarmos juntas em um dos momentos mais importantes da sua vida, o amor que carregamos que é imenso, a cumplicidade, o carinho, o respeito. Te acho linda, adoro seu jeitinho (mesmo muita gente te achando chata e metida, rs), tem um coração de ouro e principalmente, porque é a melhor amiga do mundo *-*
 
Te admiro pela mulher que é, pela filha, irmã, amiga. Sou grandemente abençoada por receber seus conselhos, suas broncas, por ter a honra de opinar em sua vida e principalmente por estar nela. Você é extremamente especial, é uma amiga na qual posso confiar de olhos fechados e que eu não me canso de estar perto. Não te esquece que eu quero e preciso de você na minha vida pra continuar sendo esse anjo que é o que você significa pra mim.

Enfim, parabéns! Muita paz, saúde, alegrias, amor, prosperidade, realizações, discernimento, sucesso. Que nosso Senhor derrame sobre você e toda sua família chuva de bênçãos. Muita sabedoria e muita luz. Eu estarei pra sempre do seu ladinho, te ajudando e te acompanhando em todos os seus momentos. Um dia cheio de graça e de muito amor, tenho certeza que assim será.


"Qualquer amizade que ultrapassa a marca de 7 anos é mais provável que dure uma vida inteira."


Um beijo enorme, um abraço beeeem apertado
e guarde aí com você: EU TE AMO do tamanho do universo!
Feliz 23 anos, minha amiga querida.
Felicidades!!


/Thamires Figueiredo.

domingo, 14 de julho de 2013

Das dores;

"Disseste que se tua voz, tivesse força igual a imensa dor que sentes... teu grito acordaria não só a sua casa, mas a vizinhança inteira."


/Renato Russo.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

"O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade."

Foi uma noite prazerosa. Mesmo sem esquecer da manhã triste e chorosa que tive e muito menos do motivo que me levou a ficar assim. A noite foi maravilhosa. Tinha muito tempo que não parava pra conversar com velhos e 'novos' amigos. Há muito tempo eu não sabia o quanto era agradável ficar falando besteira com gente querida. Pude perceber o quanto sou importante pra muita gente e que essas pessoas estarão comigo independente de muita coisa. Dos meus erros, dos fracassos, das fragilidades. Me sinto segura agora. Sei que Deus através de vocês, queridos amigos, me diz que tudo vai estar bem em breve. Feliz, essa sou eu.


/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

O amor não é perfeito, ele só precisa ser de verdade.

Precisa-se de muita força de vontade, para enfrentar os medos, os riscos, as críticas, a inveja. É preciso ter amizade, esse deve existir em primeiro lugar bem coladinho com a confiança. Se não existe, não adianta. Ser mãe, irmã, amiga. Mas cuidado, não esqueça que você tem uma namorada e que se ultimamente ela só reclama e acha ruim de certas coisas, que pra você não passa de besteira, é porque tem algo errado. Será que você não é a pessoa mais indicada pra resolver não? Odeio ter que desistir das coisas/pessoas que eu quero e odeio mais ainda quando sou obrigada a isso.


/Thamires Figueiredo.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Praticando o desapego.

Há algum tempo atrás me perguntaram: você quer ficar sozinha, sem ninguém por perto?
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

IN - DEPENDÊNCIA.

"Não há nada que nos dê mais segurança emocional que não 'precisar' dos outros, e sim contar com os outros para aquilo em que eles são insubstituíveis: companhia, sexo, amizade, conforto. Se ainda não atingiu esse estágio, suba num cavalo imaginário e dê seu grito do Ipiranga. Ficar amarrado à vida alheia faz você viver menos a sua. Nada de se fazer de desentendida só para não se incomodar. Incomode-se. Dependência é morte."
 
/Martha Medeiros.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Se tratando de pessoas...

Perdi as contas de quantos 'amigos' eu perdi. Me perdi em devaneios quando só queria entender o por quê. A melhor resposta foi a de que eu nunca os tive. Eu também não sei ser a melhor quando não é disso que as pessoas precisam. O que vale no final das contas? Eu pensei que reconhecimento e consideração eram sentimentos recíprocos. Mas descobri que as pessoas não se importam.

Depois de anos, eu ainda me surpreendo com as atitudes dos que me rodeiam. Mas como eu disse, não tem bronca. Se pra o outro lado não está bom, eu que não vou adular e nem pedir pra ficar. Foi-se o tempo que eu matava e morria por alguma amizade. Hoje eu apenas vou agradecer por se mostrarem quem realmente são. E por me fazerem entender que amizade de verdade não existe!



/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

A, cre - ditar.

A vida te dá uma rasteira e você jura que é a última vez que vai acreditar nas pessoas; que dali para frente fará tudo de outro jeito e nunca mais vai cair numa nova armadilha. A gente promete estas coisas e a única coisa que consegue é ficar um bocado mais frio e ranzinza. Além disso, sozinho.
Deixar de acreditar na vida e nas pessoas por conta de um tombo apenas afasta ainda mais a chance de felicidade. Isso não significa que acreditar novamente vai evitar novas rasteiras. A vida é assim mesmo, cabe a nós aceitar as surpresas que vierem, porque nem todas serão ruins. Continue a acreditar.
 
  /Camila Heloise.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Um novo dia, novas conquistas.



A tristeza deu lugar ao sorriso que chegou afirmando que vinha pra ficar.
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Pois é, a vida mudou tanto..

Estou arrasada. Não sei mais o que pensar, o que dizer e nem o que escrever. Este último me faz falta a muito tempo. Não sei o que acontece comigo. Diabos, estou travada! Tudo que venho sentido está aqui engasgado. Não posso conversar. Ninguém entende! Nem eu entendo..
O plano era ficar tudo bem. Mas não fica e eu não consigo mudar isso. O que falta pra que essa situação seja contornada? Não consigo entender porque tanta coisa fácil, acaba ficando complicada por causa de pessoas que ao invés de facilitar a própria vida, só atrasa. Envolvendo, inclusive, gente que não tem nada a ver. Que saco! Estou dando murro em ponta de faca. Cansada!

Tantas tentativas. Planos jogado fora. Esperança que não existe mais..


/Thamires Figueiredo.

domingo, 5 de maio de 2013

Sorrisos chorosos.

"O curioso é que quando choro, pois choro um pouco eternamente, choro um sorriso sem jeito e quase sempre ali me deixo, a sós."



/João Campos Nunes.

domingo, 28 de abril de 2013

E quem diria que viver daria nisso..



Quando que você conseguiria imaginar que pra viver teríamos que aprender a lidar com todo tipo de situação? Mesmo sem conseguir manter a calma com certas atitudes que recebo, acredito que no futuro muita coisa será esclarecida. O agir das pessoas nos ensinam a sobreviver. Certas coisas que o 'destino' nos apresenta, vem com a intenção de ensinar algo. E ensina! Vi e vivi muita coisa trágica. Mas é certo que ainda falta muito a se ver.



/Thamires Figueiredo.

domingo, 21 de abril de 2013

Firmando o indefinido.



E tudo fica claro
Quando toca o telefone
Quando vejo o seu nome
Quando queima como fogo
Quando faço o seu jogo
Quero tudo de novo
Quero tudo de novo.
 
 
 
/Negra Li - Tudo de novo.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Cartas.



Das lembranças que trago, o que ficou escrito foi o que restou de mais bonito.




/Thamires Figueiredo.

sábado, 30 de março de 2013

Feliz Páscoa!

"É fascinante olhar para a capacidade que esse homem, que esse Deus tem, de investigar a miséria do outro e encontrar a pedra preciosa que está escondida. Isso é Páscoa, isso é ressurreição. É quando no sepulcro do nosso coração, alguém descobre um fio de vida, e ao puxar esse fio, vai fazendo com que a gente se torne melhor."


/Padre Fábio de Melo.

domingo, 24 de março de 2013

Entre o parecer e o ser.

"Entre o que você é e o que gostaria de ser; entre o que você é e o que gostaria de parecer; entre o que você quer e o que diz querer; entre o que você quer ser quando crescer e o que você deixou se perder; entre o que você vê e o que não vê; entre o seu olhar e o que suas mãos podem tocar; entre tudo que vocês vão esquecer e as lembranças que nunca irão se apagar; entre o muito rápido e o quase devagar; entre o desistir e o perseverar; entre o querer e o desejar; entre a repulsa e a vontade; entre o tempo e a idade; entre o futuro e a saudade; entre o esquecido e o perdido; entre este momento e o seguinte, em algum lugar existe um meio termo entre o meio e o termo."



/Pedro Bial.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Tenho aprendido.



"Amor, antes de qualquer outra coisa, é gesto."
 



/Ana Jácomo.

domingo, 10 de março de 2013

Palavras (mal)ditas.

Um faca adentrou e acertou bem no coração. Foi assim que me senti quando te escutei falar. O sangue começou a escorrer em forma de lágrima. Percebi que você sentiu um pouco de receio. Mas também não falou mais. Agora eu senti vontade de falar algo, mas nada fiz. Você se virou e não olhou pra trás. Eu te vi indo e não pedi pra ficar. Fui descansando como quem morre sem entender o por quê. Ao contrário do que você pensa, era o seu fim e o meu recomeço.







/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 7 de março de 2013

#LoucosPorJesus


Dispensa o resto.



/Thamires Figueiredo.

sexta-feira, 1 de março de 2013

A vida é simples, independente de.



 
Somos feitos para a felicidade. Para a troca. Para a paz. Para a bondade. Para facilitarmos a existência uns dos outros. Para a coragem e a alegria de simplesmente ser.



/Ana Jácomo.
 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Constatação.

"O chão é raso, o instante é curto. Eu saio da porta da minha casa com o céu laranja e quando eu passo pela esquina ele já crepusculou. Sabe, eu não choro por isso que a gente sabe, eu choro pela esperança, pelas coisas que faltam. Porque não importa a ligação direta que estabelecemos entre a pausa e o recomeço, nem a percepção, nem a ironia. Não importa quantas vezes você dirá que deve ir esperando que eu peça para ficar, nem quantas vezes eu me despeço sem um adeus. Você sabe daquilo que eu sinto, como eu vejo o quanto você também sente. Mas nunca é suficiente apenas sentir, é preciso um pouco mais."


/Bárbara Silveira.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Motivo de felicidade.



Dentre tanta coisa que me fez ficar triste e chateada, eis vocês dois: motivo de felicidade. Posso dizer que esse foi o melhor carnaval da minha vida. Sem festas, sem curtição, sem namorado, sem amigas. Mas com vocês. Eu não tenho palavras pra expressar como eu me sinto feliz. Foi tudo maravilhoso, só pelo simples fato de vocês estarem presente.
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Depois do erro a redenção.



Tenta achar que não é assim tão mau
Exercita a paciência
Guarda os pulsos pro final
Saída de emergência.



/Pitty - Pulsos.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Coisas que (per)duram

"A vida bem vivida, consiste em saber enfrentar a dificuldade de cada instante, de cada momento, para depois ter o direito de sorrir do jeito certo."
/Padre Fábio de Melo.
 
Como é ruim se deixar levar por meio mundo de coisas tristes e chatas. Perder pessoas. Amigos. Melhores amigos. Se decepcionar. Chorar. Sorrir querendo chorar. Mas de alguma coisa vale tudo isso, não é mesmo? Nada é tão ruim que não possa ter algo um pouquinho bom pra compensar.
Tenho me encontrado hoje muito pensativa por diversos motivos. Acabei de chegar de um enterro. Acabo de perder mais uma pessoa. Fiquei pensando principalmente no quanto que da vida perdemos por coisas banais. O estresse do dia a dia, a rotina, os problemas familiares e sentimentais. Fico triste por perder uma parte da minha vida em coisas desnecessárias. No meu ponto de vista, podemos ser tão mais simples, mas acontece que nem tudo depende de mim.
 
Por outro lado, parei pra pensar em todas as alegrias que já tive. Desde quando ainda guria me sentia feliz por  um chocolate que ganhava. Por um abraço. Recordo que ir todos os domingos pra casa de minha vó era a maior festa. Era um cheiro na cabeça. Uma comidinha diferente. Um dengo. A proteção. O querer bem mesmo quando eu não entendia isso direito.
Passava todos os dias das minhas férias no interior. Sentia o gosto da liberdade no sentido mais abrangente da palavra. Lembro muito bem das brincadeiras, da adolescência, dos namoricos. O que fica é a sensação boa de não ter desperdiçado esses momentos bonito de minha existência.
 
Cada dificuldade vem me mostrando o quanto as coisas mais pequenas me fazem feliz. Tenho certeza que o punhado de coisas ruins não superam de jeito nenhum as boas. Me vi e me fiz feliz por mim e por cada tropeço que a vida colocava em meu caminho. Mais ainda por aquelas que consegui vencê-las. Quanto as outras, fica aqui o aprendizado. Guardo na memória cada pedacinho daquelas alegrias que passaram, mas não serão esquecidas nunca.
 
 
/Thamires Figueiredo.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

domingo, 3 de fevereiro de 2013

domingo, 27 de janeiro de 2013

Diaxo, ela não quer ir..

"A saudade bateu na porta, entrou, puxou a cadeira, sentou e permaneceu."
 
 
/Renato Russo.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

RE - COMEÇAR!


"Chorar funciona mais ou menos enquanto dura. Porém, mais cedo ou mais tarde é preciso parar de chorar e tomar uma decisão." 


/Lewis.

domingo, 20 de janeiro de 2013

Maestria é saber deixar ir..

Comecei o ano com sabor de não ter. Pelo menos não mais. Foi a primeira experiência dolorosa do ano. Veio trazendo a tona muita coisa que eu imaginava, mas não queria acreditar. Era como se antes eu quisesse me enganar um pouquinho mais, sabe? Como se eu quisesse ter junto só mais um pouco. No fundo acho que eu tava me preparando emocionalmente pra a partida. Tenho essa mania.
Me permiti deixar ir. Me permiti ficar sem. Ter força pra isso é o pior. Por que a saudade vem, a dor toma conta e o coração chora o tempo todo querendo de volta. Mas sabe aquela pessoa que inevitavelmente você tem que deixar ir? Por que não adianta querer passar a mão na cabeça o tempo todo. Não adianta querer ser a melhor pessoa do mundo quando não se tem o mesmo reconhecimento. Depois de tantas consequências dolorosas, o que me resta hoje é deixar partir da minha vida, enquanto não sai do meu coração. 



/Thamires Figueiredo.


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Não me deu as respostas que eu preciso escutar.



Depois de sonhar tantos anos,
De fazer tantos planos
De um futuro pra nós
Depois de tantos desenganos,
Nós nos abandonamos como tantos casais
Quero que você seja feliz
Hei de ser feliz também.



/Marisa Monte - Depois.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Irremediável

"O meu amor com o seu amor, juntos, não dá pra mudar o que não tem jeito!"
 
 
 
/Juliana - Guerra dos Sexos.

domingo, 6 de janeiro de 2013

O que acho certo!

Difícil conviver com atitudes que não consigo aceitar. Não me importo se sou chata, eu me importo e muito com tudo que eu acho certo. Eu quero tudo correto, claro e sem mistérios. Se quero levar tudo as rédeas curtas? No seu ponto de vista pode até ser que sim, mas no meu não. Não sei passar a mão na cabeça de ninguém, muito menos fazer de conta que nada ta acontecendo. Nunca foi assim nem com meu pai, imagine só com pessoas que simplesmente entraram na minha vida.
Não aprendi a viver de forma a agredir quem sempre esteve do meu lado ou a ofender com acusações infundadas quem eu nem conheço. Quem sou eu? Reconheço meus erros e minhas fragilidades, mas não pise no meu calo que eu viro um leão.
Gosto de levar meus sentimentos a sério e procuro levar as pessoas assim também, desde que eu seja respeitada e entendida. Se eu não tenho nada disso, pra quê continuar? Sei muito bem como usar minha paciência e compreensão, mas sempre acham que eu sou incansável. E como tudo nessa vida tem limite..
Fácil, muito fácil querer que eu passe uma borracha em tudo que eu sinto. Pra quem faz realmente eu só posso esperar esse conselho. Acontece que eu não esqueço as coisas tão facilmente assim.. ninguém que apanha hoje acorda no outro dia sem as marcas da dor, seja ela física ou emocional. E viver sofrendo definitivamente não é uma tarefa pra mim.
Acredito que Deus nos enviou a este mundo para sermos felizes e é esse o meu principal objetivo. Faço o que posso pra fazer as pessoas que eu amo felizes ao meu lado. Seja num presente, numa palavra, num gesto de carinho, no apoio, na convivência. No mínimo, quero isso como retorno. Acho natural, afinal, damos aquilo que queremos receber. Mas em todo caso, se você não confia em mim é porque não me conhece o suficiente. O que importa é que eu sei quem sou.
 
"O que nos realiza não é o reconhecimento que nos vem do outro. Ele é complemento. O que realmente conta é o que sabemos de nós mesmos."
 
 
 
/Thamires Figueiredo.

sábado, 5 de janeiro de 2013

Esperar pela vida.

"Gosto de olhar para Deus. Gosto de esperar por Ele, sobretudo nos momentos das minhas desesperanças. Olho-O como quem olha querendo decorar, aprender, incorporar. Faço inúmeros pedidos a Ele, mas tenho sempre o cuidado para que minhas preces não sejam formuladas nos verbos imperativos... Prefiro apresentar as questões, colocá-las nas mãos d’Ele e depois esperar pela vida. Tenho medo de me tornar o... deus de Deus. Receio que minhas preces sejam ordens mesquinhas Àquele que tudo sabe de mim. Por isso, eu ando dizendo que a vida é o espaço da liberdade, lugar onde me exercito como homem, desejoso de acertar e atualizar na minha vida, o único desejo de Deus para mim: a bondade. Somente a partir da bondade de Deus é que podemos dizer que Ele tudo pode. Ele tudo pode, mas o poder d’Ele não fere nem desrespeita o espaço humano de nossas escolhas. E viver é escolher."


/Padre Fábio de Melo.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Das coisas que se perdem..

"E a gente foi se afastando, se machucando, se isolando sem perceber. Foi perdendo a prática da coisa. A mania de fazer coisas bobas que costumavam ter importância. Fomos perdendo e pedindo, cobrando. Mas a gente só cobra o que não tem, não é? O que falta, o que talvez não tenha tanta necessidade mas que por birra ou puro capricho passa a ser obsessão. O sentimento não foi embora, mas as palavras românticas e bobas foram ficando pelo caminho, assim como aqueles velhos textos diários de amor."


/Jrbarreto.