quarta-feira, 29 de junho de 2011

confusão./2

As ideias estão confusas na minha cabeça, tomei uma decisão importante por esses dias e acredito que qualquer coisa que venha a fazer por agora vou estar apenas no lucro. Acredito que fugir de certas situações não é o melhor caminho, mas se a situação já ta resolvida, estou fugindo de que?! De um sentimento que não vale a pena?!

Não adianta dizer que quer esquecer e no entanto, permanecer num sofrimento incabível e idiota. Não quero olhar certas coisas que serão feitas de agora em diante como afrontas ou algo do tipo, a vida não me dá todo o tempo do mundo pra ficar com tristezas paralelas e muito menos pensando em como do outro lado as coisas serão feitas também. Quero esquecer um pouco de tudo que passei de ruim em exatamente um ano de relacionamento. Sim, parabéns, hoje completaria um ano (o que não vem ao caso)! Mas isso não quer dizer que quero apagar da minha vida, afinal, aprendi muito, amadureci muito e consequentemente sofri demais também, então, a questão não é fugir, é apenas tirar do foco um assunto que não me diz mais respeito.

Tive vários momentos bons, muitas coisas feita com sentimento e tenho certeza que o amor existiu em ambas as partes. Não quero apenas colocar ênfase nas coisas desagradáveis. Todas ficarão em mim, cada uma com sua parcela de importância, mas no momento esquecer que isso tem nome e endereço é o mais provável. E é o que será feito. Por mim!

Obrigada a todos pelos comentários no post anterior. Quero dizer que eu estou bem, graças a Deus e a pessoas como vocês, que estão sempre aqui pra me ajudar com doces palavras. Obrigada mesmo de coração!

2 comentários:

Maria Beatriz de Castro disse...

Thamires, eu gostei muuuuuuuito do meu ex-namorado e terminamos de um jeito muito tosco e desrespeitoso (da parte dele) e tenho que dizer que não consegui me libertar do sentimento por ele até me desligar de tudo que poderia me relacionar a ele. Apesar de algumas coisas que me fizeram muito mal (como ele ter brigado comigo à toa, e minha "melhor amiga" ter ficado do lado dele e parado de conversar comigo), eu consegui superar quando comecei a andar em direção oposta a ele. Quando fez um ano desde que a gente ficou, eu só percebi no dia seguinte. E quando vejo foto dele, ou ele na rua, não sinto absolutamente nada. Ou seja: Vai passar. Sem dúvida. E é uma ótima ideia se afastar. De todo. Beijo!

http://biacentrismo.blogspot.com

Gabriela F disse...

Vai passar Thami, sempre passa, pode até demorar um pouco, mas com calma tudo volta a ter o mesmo brilho de antes, se acabou é porque não existia mais planta para se regar, não podemos impedir o fim mesmo quando tentamos segurá-lo pelo finalzinho de corda, estarei semre aqui, caso queira desabafar, gritar, chorar.
Vão haver outros caras, outros namorados e outras paixões, se existiram outros amores aí eu já não sei, mas curta o momento para esfriar a cabeça, e viver, viver como se cada dia fosse o ultimo, pois é assim que tem que ser.
Se cuide.