segunda-feira, 20 de junho de 2011

confusão.


Não é questão de gosto, humor, facilidade, estratégia e muito menos vontade. Talvez seja uma certa forma singular de expressar o que não se pode, o que não se sabe. Ou quem sabe é algo além. Não sei. A maneira mais fácil no meio de tudo seria fugir, mas quem me garante qe a maneira mais fácil é a melhor e menos dolorosa?! Fazer escolhas nunca foi do meu agrado e pior, saber qe estou prestes a perder alguém por minha própria decisão é o fim.

Estou dividida entre razão e emoção. A razão domina, mas esmaga tudo quanto é de sentimento bom da forma mais cruel do mundo. É como se fosse uma luta e eu é que levasse os golpes. Servisse somente de fantoche pra ambos.

2 comentários:

Gabriela F disse...

Tem horas que eu realmente acredito que a razão é melhor que a emoção

Maria Beatriz de Castro disse...

Como a Gabi disse aí em cima... Às vezes deixar a emoção falar mais alto é bom, mas eu já agi com a razão e coisas melhores estavam reservadas pra mim no futuro. A coisa é olhar com olhos de quem se ama antes de amar outra pessoa, e ver se vale a pena.

Adorei aqui e estarei sempre visitando! Estou seguindo! Me siga e visite: http://biacentrismo.blogspot.com

Beijos!