segunda-feira, 6 de junho de 2011

Amanhecer..


"- Parece noite, sabe? Céu escuro, silêncio, o vento passando pelas calçadas e arrastando as folhas e eu aqui: parada perdida precisada.
- Mas mesmo à noite temos as estrelas, você não vê?
- Vejo. Mas ficam lá. Não andam pelo céu e me mostram uma direção, não falam, não dão avisos, sinais. Somos eu, elas e o silêncio.
- Mas sempre se pode cantar.
- Sempre se pode escrever. Palavras ao vento. Meu grito mudo nesse silêncio que não entendo. Meu pedido de socorro.
- E o socorro vem?
- Vez ou outra. Nem tudo é só noite. Minha vida amanhece também. Surgem sorrisos que têm função de raios solares e que derretem o gelo de qualquer coração. Existem esperanças que se colocam no céu como nuvens e que me fazem deitar nelas e sonhar.
- E então a noite volta?
- Volta. Esse é o ciclo não é? O dia antecede a noite, a noite precede o dia. Mas nem todas as noites são iguais. Algumas possuem resquícios do dia, uma luzinha ínfima que seja. Só essas que agora não consigo entender, se mostraram escuras em totalidade, completamente solitárias em sua escuridão.
- Mas mesmo elas amanhecem, ou não?
- Amanhecem.
- E trazem de volta o som, a luz, a vida?
(silêncio)
- É isso o que você precisa entender, é esse o ponto: amanhecer. Apesar de. Encontrar nas noites um descanso pra chegar ao próximo dia. Encontrar nos dias a força necessária pra suportar as noites que sempre vêm. Guardar a esperança num potinho, porque é ela o que te fará viver os dias e sobreviver as noites. Mesmo as noites mais sombrias amanhecem, é certo que tardam, mas sempre amanhecem e trazem de volta o que se perdeu.
- Amanhecer...
- Não importa a escuridão, o silêncio, a dor. Levante e amanheça brilhando mais forte."

Teatro Mágico.

Um comentário:

Mariana disse...

Oii

adorei seu blog

tô seguindo

segue???

http://meuryss.blogspot.com/

Bjim