sexta-feira, 15 de julho de 2011

Julgamentos.

"Acho que quem está de fora não pode condenar, condenar simplesmente é desprezível — é preciso compreender."

Caio Fernando de Abreu



Julgar nos torna autoritários, donos da verdade. É bem verdade que julgamos, sem esperar que no amanhã essa realidade nos faça companhia. É bem verdade que as vezes julgamos os outros, sem nos atentarmos aos nossos próprios erros. Mais verdade ainda é que, toda história tem duas versões e duas versões são duas verdades. Antes de sair por aí falando, você precisa ter acesso as duas partes.

Antes de qualquer coisa lembre-se que você pode um dia ser julgado e lembre-se também que Cristo foi condenado, julgado e crucificado sem direito à defesa. E apenas uma minoria estava com Ele. Pense nisso.

8 comentários:

gabs. disse...

Acabei de ler um texto que tocava nesse assunto, só que de outra maneira. eu só consegui pensar: há muita, mas muita ignorância nessa vida.
As pessoas acham que têm o direito. Apontam o que 'é errado' mas não percebem que ao fazê-lo estão errando. As pessoas carregam vendas nos olhos. E isso é triste :(

Beijuba, moça :*

Camila disse...

"Acho que quem está de fora não pode condenar, condenar simplesmente é desprezível — é preciso compreender."
Perfeito... vi no teu blog que adora Caio.E com razão.

Maria Beatriz de Castro disse...

Olhe, eu também compartilho da sua ideia sobre julgamentos. As pessoas não entendem o que está se passando, e as vezes nós não conseguimos explicar exatamente, e assim fica uma confusão. Eu acho que as pessoas tem que ouvir e entender que cada um é de um jeito, aceitar as diferenças e as peculiaridades de cada um. Só assim pra ajudar a resolver um problema sem julgar injustamente.

Um beijo!

@biacentrismo - http://biacentrismo.blogspot.com

Gabriela Freitas disse...

Odeio julgamentos, por anos tive medo disso, de ser julgada, hoje não ligo, eu ignoro, acho assim melhor.

Emanuelle Klyss disse...

Poxa a mais pura verdade néee? Tão fácil julgar e sempre tão mais difícil compreender,infelizmente.

Ainda não tinha visto este trecho do Caio,e concordo plenamente.
Beijooos querida. ;*

Barbara Castro disse...

Gosto muito do blog *.*

Emanuelle Klyss disse...

Ah e eu dediquei um selinho pra ti lá no meu blog. beijooos. ;**

Barbara Castro disse...

A verdade pode doer, mas essa dor compensa sempre ;)