quarta-feira, 27 de julho de 2011

A falta é a morte da esperança.


"Que a vida é mesmo
Coisa muito frágil
Uma bobagem
Uma irrelevância
Diante da eternidade
Do amor de quem se ama

Por onde andei?
Enquanto você me procurava
E o que eu te dei?
Foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei?
Algumas roupas penduradas
Será que eu sei?
Que você é mesmo
Tudo aquilo que me faltava..."

/Nando Reis - Por onde andei?

6 comentários:

Gabriela Freitas disse...

Adoro está musica, ela me lembra um alguém especial.

Anônimo disse...

Doce, doce, doce
A vida é um doce, vida é mel
Que escorre da boca, feito um doce
Pedaço do céu!

Dayane Carmona Poeta disse...

Adoro essa música ela mexe bastante comigo!

Malu disse...

Thamires,


Que lindo post !
Essa música do Nando é simplesmente
lindaaaaaaaaaaaaaaaa ......
Amei !


Bjo Imenso.

Mariana disse...

Oii flor

Passando para avisar
que tem uma Tag no meu
blog pra vc

Busca lá e me diz o que achou

Bjão

http://meuryss.blogspot.com/

Fuve disse...

Tem um selo pra você no meu blog