segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A lágrima evidenciando a dor.

Alguém aqui já viu a dor estampada no rosto de uma pessoa e conseguiu sentir também?!



Falar que é difícil e complicado já não serve mais, procuro uma palavra que possa chegar perto do que eu sinto agora. Eu sabia que ia ser doloroso, que ia ser sofrido, mas não nessas proporções. Não dilacerando com a vida e com as estruturas de uma casa. Não nos fazendo ser vítimas de tantas privações e provações.

9 comentários:

Gisele Macedo disse...

Não existe palavra que se possa usar quando o sofrimento toma conta da gente. Sabemos disso. Sabemos também como dói vê alguém que a gente ama e que ver bem sofrendo, mas como você também ja sabe, entreguemos tudo nas mãos de Deus e deixemos que ele tome partido e cuide. No mais, tenha um pouco de paciência, as coisas vão melhorar.

Flávio Augusto disse...

Nesse momento, o mais importante é saber que não estamos sozinhos e que nossa luta não será em vão. Torço por um fim melhor, e estou contigo em qualquer situação.

Laís disse...

É raro sentir o mesmo que o outro,porque até mesmo não acompanhamos o desenrolar da história,não suportamos a dor.O que sei é que ter sensibilidade com o outro já é um belo alívio pra quem sofre.

beijo

quaresma. disse...

só de saber do seu sofrimento, eu sofro junto. mesmo longe, meus ombros estão aqui, totalmente a sua disposição. a qualquer hora do dia, da noite ou da semana.
te quero bem, meu bem e tenho certeza de que isso acontecerá : )

beijas, meu morango do nordeste! :*
s2

ps: eu e minha criatividade para apelidos ._.
hehe

Emanuelle Klyss disse...

Ouwn Thamires, eu já passei por isso e bem sei como é. Mas força amiga. Vai passar.

Diana disse...

Só quando essa dor me doi também, quando o motivo da dor é algo incomum.
A dor severa não costuma ser dividida, minha querida. Aprendemos todos a sofrer por nossas dores.

Gecildo Queiroz disse...

Gostei deste lugar. Nele, o doce e o amargo convivem. Quanto ao texto, viver é um ato de bravura e, mesmo que a linguagem humana (as palavras )não dê conta de consolar as dores, ainda restam as lágrimas pra regar o solo para que outras tentativas floresçam. Sou novo no mundo dos blogs e gosto quando encontro lugares assim. Luta e mais luta.

www.valedoverbo.blogspot.com

Gabriela Freitas disse...

Aprendemos todos a sofrer por nossas dores. 2, é aquela história de que só a minha dor já me basta, mas sim, às vezes olhando para dores fortes dos outros dói um pouco em mim também... desculpa ter sumido, tenho viajado bastante...

Alê disse...

Já, já senti, e já sentiram comigo,